Ação do sindicato garante mais R$ 3 milhões para a economia de Pinda

Valor é da 1ª turma de 172 pessoas que o Sindicato dos Metalúrgicos conseguiu incluir no Processo da Confab

Nessa quarta-feira, dia 28, foi realizada mais uma etapa de pagamento do processo judicial coletivo de periculosidade e insalubridade da Tenaris Confab, de Pindamonhangaba, que envolve 172 pessoas. O valor injetado na economia do município é de R$ 2,9 milhões.

Segundo o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Herivelto Vela, esse é o primeiro pagamento das pessoas que não estavam dentro do processo quando foi realizada a assembleia que deu início ao acordo.

“O sindicato tem um trabalho constante no processo. Esse pagamento é da primeira turma de pessoas que não estavam na lista, levaram a carteira de trabalho pra nós, foi identificado que elas têm direito, isso foi cobrado da empresa e agora foi feito o pagamento”, disse Vela.

O primeiro pagamento do processo foi em março de 2017. Outros pagamentos ocorreram ao longo do ano. Ao total, 1.703 pessoas já receberam, o que injetou R$ 52 milhões na economia.

Ainda restam outras cerca de 400 pessoas entre casos que estão aguardando resposta do pedido de inclusão, pedido de revisão, ou que estão na lista e ainda não procuraram o sindicato.

“O sindicato irá lutar até o fim, até que todos aqueles que têm direito ao processo conforme a sentença consigam receber”, disse Vela.

O processo envolve funcionários das unidades Confab Tubos, Confab Equipamentos e Tenaris Coating que trabalharam em funções perigosas ou prejudiciais à saúde e que foram contemplados na sentença e acórdão dos processos 650/1991, 651/1991 e 466/2005.

O atendimento jurídico do sindicato sobre o processo ocorre às sextas-feiras. Veja mais aqui.