Trabalhadores da Cosmetal protestam e conquistam melhorias

Mesmo com tentativa da empresa em inibir a mobilização, trabalhadores param e aprovam entrega do comunicado de greve

Mesmo com tentativa da empresa em inibir a mobilização, trabalhadores param e aprovam entrega do comunicado de greve

Após protesto, os trabalhadores da Cosmetal receberam da diretoria da empresa o compromisso de atender às reivindicações há tempos reclamadas pela categoria.

Junto com o Sindicato, os trabalhadores fizeram uma paralisação na portaria da empresa no dia 19 de março e aprovaram a entrega do comunicado de greve.

Dois dias depois a direção da empresa foi até o sindicato para negociar e apresentou uma proposta.

Ela se comprometeu em fazer em 60 dias as melhorias na segurança e apresentar uma proposta de plano médico. Em 75 dias, fará o levantamento de todos os cargos e salários e irá corrigir os desvios de função.

Veja detalhes no quadro abaixo:

Jornal O Trabalhador.Edição 45.Abril de 2013.indd

 

 

 

O dirigente sindical Luciano da Silva - "Tremembé", fala aos trabalhadores durante o protesto

O dirigente sindical Luciano da Silva – “Tremembé”, fala aos trabalhadores durante o protesto

O dirigente sindical Luciano da Silva, o “Tremembé” criticou a demora da empresa em atender às reivindicações.

“Há tempos reclamamos as falhas na segurança e problemas nos salários. Agora, com a mobilização dos trabalhadores, temos um documento da empresa se comprometendo em corrigir o que está errado. Parabéns aos trabalhadores. E se as melhorias não ocorrerem, estaremos aí na porta novamente”, disse.