PLR da GV do Brasil vai injetar R$ 500 mil na economia

Valor é bem maior que o do ano passado e inclui trabalhadores temporários e terceirizados

Assembleia aprovou proposta de PLR por grande maioria

Os trabalhadores da GV do Brasil, em Pindamonhangaba, aprovaram nessa terça-feira, dia 23, a proposta de pagamento da PLR (Participação nos Lucros e Resultados), que irá injetar na economia mais de R$ 500 mil.

Cada trabalhador poderá receber R$ 1.500,00 conforme as metas estabelecidas. A primeira parcela será paga já nesta sexta-feira, dia 26.

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba, Herivelto Vela, parabenizou os trabalhadores, o dirigente sindical Paceli Alves e também a comissão de PLR.

“Na GV já conquistamos o convênio médico, a implantação da PLR, a formação dessa comissão para discutir os valores e agora uma proposta bem melhor que a do ano passado. Também conseguimos incluir no acordo os trabalhadores temporários e os terceirizados. Tudo isso é resultado do esforço de negociação e da mobilização da categoria”, disse.

A siderúrgica GV do Brasil faz parte do Grupo Simec e emprega atualmente cerca 350 trabalhadores na fabricação de produtos de aço para a construção civil.

O presidente do sindicato, Herivelto Vela
O dirigente sindical Paceli Alves
O secretário geral do sindicato, Luciano – Tremembé
O dirigente sindical Odirley Prado