FEM-CUT/SP e G2 debatem calendário permanente de negociação

1ªRodada de negociação - FEM e G2 - foto: Edu Guimarães

Rodada de negociação – FEM e G2 – foto: Edu Guimarães

Dirigentes da FEM-CUT/SP participaram na manhã de segunda-feira (10) da segunda rodada de negociação da Campanha Salarial com a bancada patronal do G2  (máquinas e eletrônicos), na sede do Sindicato da Indústria de Aparelhos Elétricos Eletrônicos e Similares do Estado de São Paulo (Sinaees), na FIESP. Dos 200 mil metalúrgicos em Campanha na base da FEM, 41% trabalham nas fábricas do G2 no Estado.

As bancadas dos trabalhadores e patronal  debateram a criação de uma agenda de negociação permanente para que se possa avançar na pauta de reivindicação da FEM.

O dirigente sindical Francisco Marçal - Torto também participou

O dirigente sindical Francisco Marçal – Torto também participou

Para o presidente da FEM-CUT/SP, Luiz Carlos da Silva Dias, o Luizão, a reunião foi dura, pois o negativismo empresarial tentou prevalecer por alguns momentos. “Por um lado, conseguimos o entendimento de manter debates contínuos. Em negociação coletiva é preciso ter muita paciência e saber o momento certo de discutir os pontos um a um. O que podemos destacar como positivo é que estamos conseguindo emplacar, a discussão de item por item”, pontua Luizão.

O secretário geral da Federação, Adilson Faustino, o Carpinha, vê com otimismo a negociação por conta da boa fundamentação da bancada dos trabalhadores.  “A proposta da agenda permanente é muito boa para que possamos nos aprofundar nos debates. Estamos confiantes de que firmaremos um bom acordo”, finaliza Carpinha.

Próxima rodada com G2
A próxima rodada com o G2 está agendada para, o dia 20, às 10h, na sede do Sinaees,na FIESP.

Fonte: Vanessa Barboza, da Redação da FEM-CUT/SP