Trabalhadores da Gerdau elegem nova Cipa na Construção Mecânica

Pernambuco foi o mais votado e já tem sugestão para melhorar a segurança nas áreas

Atuais e novos membros da Cipa, junto ao sindicato e equipe de segurança logo após apuração dos votos; Pernambuco (de verde, ao lado de Andrezão) foi o mais votado

Os trabalhadores da Gerdau elegeram a nova Cipa (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) para o setor de Construção Mecânica. Após dois dias de votação, a apuração ocorreu nessa quarta-feira, dia 20.

Nessa quarta também iniciou o processo eleitoral no setor de Usinagem, que segue até quinta-feira e terá apuração no dia seguinte.

Ao total, 866 votos elegeram 16 representantes na Construção Mecânica. O mais votado foi José Edson Salvador Tavares, o “Pernambuco”, que teve 92 votos.

O mecânico de manutenção da área da Laminação tem mais de dez anos de empresa e já foi eleito para Cipa na gestão 2017.

Em entrevista para o jornal O Trabalhador, ele afirmou que decidiu disputar pelo apoio que recebeu dos colegas.

“A companheirada aqui no chão de fábrica tem muita confiança em mim. Muita gente me falou ‘se você entrar, meu voto é seu’, mas eu não imaginava que seria tanto assim. Eu gostaria de agradecer a todos que colaboraram pra minha eleição, saibam que podem contar comigo pro que der e vier durante esse período. Estaremos juntos”, disse.

Pernambuco já tem uma sugestão para melhorar a segurança nas áreas. Ele irá propor a criação de uma nova forma do trabalhador relatar condições inseguras nas áreas.

“A galera ainda se sente apreensiva em relatar. Tem que ter um jeito mais fácil. O que eu proponho e vou levar pra frente é ter tipo um relatório anônimo pra ficar na sala de DDS (Diálogo Diário de Segurança), que depois será analisado pela Cipa”, explicou.

A direção do Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba fiscalizou todo o processo, que transcorreu com normalidade, e deseja a todos os eleitos uma boa gestão. Veja abaixo a relação completa:

Titulares

José Edson Salvador Tavares – Pernambuco – 92 votos

Marcos Paulo de Azevedo – Marquinho a Portaria – 73 votos

Rodrigo de Almeida Melo – Rodrigão da TMEC – 66 votos

Pedro Tiago de Oliveira – Tiago Lagoinha – 45 votos

João Garcez Neto – Xereta – 41 votos

Flavio Ramos – Flavinho – 40 votos

Carlos Eduardo de Oliveira – Du da Imaden – 39 votos

André Luis Nunes da Silva – André Utilidades – 36 votos

Ulisses Alves – Paraguai – 36 votos

Suplentes

Ricardo Alexandre Mathias – Cabelo – 34 votos

André Luis Cruz Soares – Andrezinho – 33 votos

Claudio da Silva – Rolinha – 31 votos

Uilson Geraldo Reis – Campeão – 27 votos

Laércio Eufrásio Teberga – Teberga – 26 votos

João Alexandre – 26 votos

Robson Luis Garuffi de Paula – Macarrão – 22 votos