Dilma declara luto oficial pelas vítimas da tragédia no RS

A presidenta Dilma Rousseff durante visita às famílias das vítimas da tragédia ocorrida em boate em Santa Maria /  Crédito: Roberto Stuckert Filho/PR

A presidenta Dilma Rousseff durante visita às famílias das vítimas da tragédia ocorrida em boate em Santa Maria / Crédito: Roberto Stuckert Filho/PR

Karine Melo
Repórter da Agência Brasil

Brasília – A presidenta Dilma Rousseff decretou luto oficial de três dias no país em memória às vítimas do incêndio na Boate Kiss, em Santa Maria (RS). Mais de 200 mortes foram confirmadas até o momento. De tarde, as bandeiras na Esplanada dos Ministérios e no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República, estavam a meio mastro.

Dilma Rousseff chegou há pouco, de helicóptero, na residência oficial. Ela esteve em Santa Maria, onde conversou com parentes das vítimas e feridos na tragédia.

A presidenta participava da reunião da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos com a União Europeia, no Chile, e cancelou a participação em três reuniões com autoridades da Argentina, Letônia e Bolívia por causa da tragédia e seguiu para a cidade gaúcha, que fica a cerca de 300 quilômetros da capital Porto Alegre. Em rápida entrevista, ainda no Chile, a presidenta se emocionou ao comentar a tragédia.

Em Santa Maria, Dilma estava acompanhada dos ministros da Educação, Aloizio Mercadante; dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, e da Saúde, Alexandre Padilha, além do presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS).

Edição: Carolina Pimentel

Fonte: Agência Brasil