Valor da PLR na Novamental aumenta 33%

Paiva, Valdir e Romeu, na assembleia que definiu as metas, em junho de 2015

Paiva, Valdir e Romeu, na assembleia que definiu as metas, em junho de 2015

Com o pagamento da segunda parcela da PLR (Participação nos Lucros e Resultados), os trabalhadores da Novamental tiveram um aumento de 33% em comparação com o valor total pago no ano passado.

O resultado do período e das metas atingidas foi discutido em reunião entre a empresa, o Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba-CUT/SP e a Comissão de PLR no último dia 11.

Segundo o dirigente sindical Luiz Carlos de Paiva, a atuação da Comissão de PLR tem contribuído para a conquista de melhorias na negociação. “Ano a ano temos brigado tanto pelo aumento do valor quanto pelo ajuste das metas. Todo mês temos reuniões, os resultados são apresentados e discutidos em grupo”, disse Paiva.

Na Novametal, o reajuste Campanha Salarial 2015 demorou a se definido, mas a fábrica seguiu a Convenção Coletiva de Trabalho. “O Sicetel, que é o sindicato patronal que representa a fábrica na Fiesp, não queria acompanhar os outros sindicatos patronais, mas com pressão da FEM-CUT e em vários sindicatos no Estado conseguimos garantir o reajuste salarial para os trabalhadores.”

A Novametal emprega atualmente 75 trabalhadores na trefilação de arames e produtos correlatos no distrito industrial Santa Rita – Dutra.

Assembleia em junho de 2015 estabeleceu metas de produção, que foram acompanhadas mês a mês pelo sindicato e pela comissão de PLR

Assembleia em junho de 2015 estabeleceu metas de produção, que foram acompanhadas mês a mês pelo sindicato e pela comissão de PLR