Trabalhadores do restaurante da Confab fazem 1 dia de greve contra terceirização

Direção da empresa chegou a oferecer lanche no dia da greve, mas a maioria dos trabalhadores da produção não comeu em solidariedade aos companheiros

Metalúrgicos que trabalham no restaurante junto com dirigentes sindicais em greve contra a terceirização

Metalúrgicos que trabalham no restaurante junto com dirigentes sindicais em greve contra a terceirização

Os metalúrgicos que trabalham no refeitório da Tenaris Confab fizeram um dia de greve nessa segunda-feira, dia 9, em protesto à decisão da empresa de terceirizar os restaurantes. A medida envolve 30 funcionários nas duas unidades: Confab Tubos e Equipamentos.

Na Confab Tubos, os trabalhadores entraram na fábrica, mas permaneceram de braços cruzados dentro do refeitório, junto com a direção de base do Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba-CUT. Na Confab Equipamentos, a entrada dos dirigentes sindicais foi bloqueada pela empresa.

Segundo o dirigente sindical Luciano da Silva – Tremembé, o sindicato não foi sequer comunicado dessa decisão, que também pode prejudicar a qualidade das refeições. Uma reunião entre trabalhadores, sindicato e empresa foi realizada e uma nova rodada de negociação foi agendada para a tarde dessa terça-feira.

“Queremos garantias de que esses trabalhadores serão realocados em outras áreas. A possibilidade de uma paralisação geral na fábrica não está descartada”, disse Tremembé.

Durante a paralisação, a direção da empresa chegou a fornecer um lanche para os funcionários, mas a maioria dos trabalhadores da produção escolheu não comer em solidariedade aos colegas.

Galeria de fotos