Trabalhadores da Martifer aprovam proposta e encerram greve

13º salário será pago. Sindicato vai acompanhar se empresa vai cumprir o que prometeu

Os trabalhadores da fábrica Martifer, em Pindamonhangaba, decidiram encerrar uma greve após dois dias de paralisação.

A direção da empresa apresentou uma proposta de pagamento do valor total da segunda parcela do 13° salário na próxima sexta-feira, dia 7, inclusive para os 70 trabalhadores demitidos em janeiro.

O salário de janeiro será pago com a entrega de uma obra, com prazo máximo até o dia 14, mesma data que a empresa prometeu para entregar a documentação dos demitidos para que possam buscar o seguro-desemprego.

Segundo o vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, André Oliveira, a negociação com a empresa continua.

“Se não houvesse a greve não teria proposta, não teria prazo pra pagar. A empresa iria continuar empurrando os pagamentos, sempre usando essa ameaça da fábrica fechar. Ainda há muitos problemas, trabalhadores com três férias vencidas, vamos continuar negociando e acompanhando junto aos trabalhadores se a empresa vai cumprir o que prometeu”, disse Andrezão.

A Martifer (Appiani Steel) atua no ramo de estruturas metálicas no distrito de Moreira César. Atualmente, a fábrica tem 90 funcionários e está há quatro anos em Recuperação Judicial.