Trabalhadores da Incomisa aprovam jornada com “sábado sim, sábado não”

Trabalhadores da Incomisa aprovam por grande maioria jornada de trabalho (Crédito da foto: Romeu Martins)

Trabalhadores da Incomisa aprovam por grande maioria jornada de trabalho (Crédito da foto: Romeu Martins)

Os trabalhadores da Incomisa aprovaram em assembleia nessa terça-feira, dia 27, a nova jornada de trabalho, com meia hora de refeição e sábados alternados, o chamado “sábado sim, sábado não”.

Segundo o dirigente de base do Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba, André Luis Dantis, a jornada é reivindicada pelo sindicato desde o começo do mandato.

“Os trabalhadores pedem muito essa jornada, porque assim eles terão dois sábados de folga por mês. É mais tempo pra ficar com a família. Isso faz muita diferença na vida do trabalhador”, ressaltou André.

O dirigente sindical de base da Incomisa, André Luis Dantis

O dirigente sindical de base da Incomisa, André Luis Dantis

A jornada será de três turnos, das 7h às 15h30, das 15h20 às 23h36 e das 23h30 às 7h17.

As assembleias são mais uma etapa para que a categoria consiga autorização do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) para implantar o “sábado sim, sábado não”.

Trabalhadores do período da tarde também aprovaram proposta de jornada em assembleia (Crédito da foto: Guilherme Moura)

Trabalhadores do período da tarde também aprovaram proposta de jornada em assembleia (Crédito da foto: Guilherme Moura)

Saiba mais

A jornada de “sábado sim, sábado não” é possível se os trabalhadores reduzirem o horário de almoço. Mas essa redução só pode ocorrer se a empresa atender algumas condições, como por exemplo, ter um histórico que não extrapole o limite de horas-extras, e precisa ser autorizada pelo MTE.

As fotos das assembleias aprovando a jornada serão enviadas pelo Departamento Jurídico do Sindicato para o MTE.