Trabalhadores da GV do Brasil elegem nova Cipa

Herivelto Vela junto os novos membros da Cipa e equipe de segurança da fábrica (foto Divulgação)

Herivelto Vela junto os novos membros da Cipa e equipe de segurança da fábrica (foto Divulgação)

Os trabalhadores da GV do Brasil elegeram nessa terça-feira, dia 5, os novos membros da Cipa (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes). Ao total, foram 172 votos válidos que escolheram os oito novos representantes da segurança no local de trabalho.

O mais votado foi o companheiro Marcos Alves Corrêa, o Marquinhos, do setor de logística, com 36 votos. Em entrevista para o jornal O Trabalhador, ele agradeceu a confiança dos colegas de trabalho.

“Muito obrigado a todos os companheiros que votaram em mim. Aqui na fábrica ainda precisa ser feito muito investimento na parte de segurança. Em 2015, houve um acidente grave na Aciaria e isso não queremos ver mais. Foi eleita uma boa comissão. Com certeza, vamos lutar juntos para reduzir os riscos de acidentes”, disse Marquinhos.

A direção do Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba-CUT acompanhou o processo eleitoral da Cipa. Segundo o secretário geral, Herivelto Moraes – Vela, tudo ocorreu de forma transparente.

A fábrica conta atualmente com cerca de 250 funcionários, no distrito de Moreira César.

Direção do sindicato fiscalizou processo eleitoral, que ocorreu com transparência

Direção do sindicato fiscalizou processo eleitoral, que ocorreu com transparência

Veja abaixo a relação dos membros eleitos para Cipa:

Titulares

Marcos Alves Corrêa – Marquinho – 36 votos

Kátia Francislene Barbosa – 30 votos

Rilson Pereira dos Santos – 26 votos

Bruno Marques Anacleto – 22 votos

Suplentes

Erick Bustamante Abreu – 11 votos

Paceli Alves Ferreira – 9 votos

Emerson Luiz Martins Lourenço – 7 votos

Alessandro Henrique Pereira – 6 votos

2016_01_06 GV do Brasil.Apuração da eleição da Cipa_212321903