Trabalhadores da GV aprovam reajuste salarial

Reajuste já foi alcançado em todas as indústrias de médio e grande porte de Pinda

Assembleia que aprovou por unanimidade a proposta que contempla o índice da inflação

Assembleia que aprovou por unanimidade a proposta que contempla o índice da inflação

Os trabalhadores da GV do Brasil aprovaram em assembleia nessa sexta-feira, dia 25, a proposta de reajuste da Campanha Salarial.

Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba-CUT, com essa definição da GV, o reajuste que contempla o índice da inflação, calculado em 9,62%, foi alcançado em todas as indústrias de médio e grande porte da cidade, ou seja, em todas aquelas com mais de cem funcionários.

Na GV do Brasil, as negociações demoraram mais do que o esperado, mas o resultado foi positivo, segundo o presidente Herivelto Moraes – Vela.

“Mês passado houve uma greve de dois dias aqui na GV, por causa de convênio médico. Com certeza ter essa greve recente, além de outras greves que ocorreram por salário, como foi na Incomisa, na Harsco, pesou para que conseguíssemos a proposta já na mesa de negociação. Parabéns aos trabalhadores por manterem a unidade”, disse Vela.

Na assembleia, também foi aprovada a proposta da empresa para fazer as correções de equiparação salarial cobradas pelo sindicato. Os aumentos serão aplicados no dia 30 de dezembro. A empresa também afirmou que dará continuidade na negociação sobre as divergências no adicional de insalubridade.

A siderúrgica GV do Brasil faz parte do Grupo Simec e emprega 300 trabalhadores na fabricação de produtos de aço para a construção civil.

2016_11_25 GV do Brasil.Assembleia que aprovou reajuste salarial_7063