Trabalhadores da Elfer conquistam aumento de 11% na PLR

Proposta é resultado de paralisação feita em maio e muita pressão da categoria

Assembleia aprovou proposta nessa quarta-feira, dia 27

Os trabalhadores da Elfer aprovaram em assembleia nessa quarta-feira, dia 27, a nova proposta de PLR (Participação nos Lucros e Resultados).

O valor total poderá chegar a R$ 1.980, o que representa um aumento de 11% em relação ao ano passado. A primeira parcela será paga no dia 20 de julho e a segunda em fevereiro do ano que vem.

Segundo o presidente interino do Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba, André Oliveira – Andrezão, a proposta é resultado de uma paralisação realizada no dia 9 de maio.

“A empresa estava relutante em negociar e começou com um valor bem mais baixo. Com certeza, a unidade que os trabalhadores demonstraram naquela paralisação foi fundamental para esse aumento”, disse Andrezão.

Segundo o dirigente sindical, Anderson Lopes, também houve melhoria das metas, que foram ajustadas para ficarem mais próximas da realidade da empresa.

“Fizemos bastante pressão nesses dois meses, várias reuniões, conversas com a chefia. Quero parabenizar a Comissão de PLR e principalmente os trabalhadores. Somos fortes porque estamos juntos. Quando a gente senta pra negociar com o patrão, é como se toda essa estrutura do sindicato, toda essa equipe e os trabalhadores estivessem lá também, por isso o resultado vem”, disse.

A Elfer emprega cerca de 90 funcionários na fabricação de peças de alumínio e prestação de serviços.

O presidente interino André Oliveira – Andrezão

O dirigente sindical Anderson Lopes