Trabalhadores da Bundy conquistam abono melhor e aprovam proposta da Campanha Salarial

Categoria aprova em assembleia proposta alcançada após 4 reuniões e paralisações feitas durante o ano

Categoria aprova em assembleia proposta alcançada após 4 reuniões e paralisações feitas durante o ano

Os trabalhadores da Bundy aprovaram em assembleia na sexta-feira, dia 3, a proposta da Campanha Salarial deste ano. Os cerca de 300 funcionários receberão o abono salarial no próximo dia 20.

Sobre o aumento de salário, a empresa irá fazer o reajuste da inflação no vale do dia 15 retroativo à data-base de 1º de setembro. O aumento real continuará sendo negociado entre a FEM-CUT/SP e a bancada patronal do Grupo 8, ao qual a Bundy pertence.

Segundo o dirigente sindical José Ivanez – Gato, a proposta foi apresentada após quatro extensas reuniões entre o Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba-CUT e a direção da empresa.

“Conseguimos um valor maior do que o ano passado e este ano será em parcela única, o que faz bastante diferença para o trabalhador”, disse.

O secretário-geral, Herivelto Moraes – Vela, também participou das negociações. “Em julho e setembro já tivemos paralisações na Bundy para cobrar melhorias e a empresa viu a mobilização do trabalhador. Foi essa união que favoreceu para alcançarmos uma boa proposta na mesa de negociação”, disse Vela.

O abono salarial também será pago aos trabalhadores afastados pelos códigos do INSS na espécie B91 e também aos do código B31 que tenham trabalhado pelo menos seis meses no período de 1º/09/13 a 31/08/14.

Ao microfone, José Ivanez - Gato; ao fundo Romeu e Vela, durante assembleia com a categoria

Ao microfone, José Ivanez – Gato; ao fundo Romeu e Vela, durante assembleia com a categoria