Sindicato recebe doações de mechas de cabelo para mulheres com câncer

Sede do sindicato virou ponto de apoio da Associação Fraterna Mão Amiga, de Taubaté

Marcelo - Pepeo, Maria Auxiliadora, Marcondes junto com e a mãe Valéria Cândido e Caio Fabretti

Marcelo – Pepeo, Maria Auxiliadora, Marcondes junto com e a mãe Valéria Cândido e Caio Fabretti

O Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba está recebendo doações de mechas de cabelo que formarão perucas para mulheres com câncer.

O sindicato firmou uma parceria com a Associação Fraterna Mão Amiga, uma ONG de Taubaté que atua há três anos para melhorar a autoestima de mulheres de todo o Brasil que sofrem com a doença.

Segundo Valéria Cândido, presidente da associação, as mechas podem ser de cabelos que passaram por química, mas precisam ter ao menos 15 centímetros. A campanha de arrecadação é intensificada este mês em função do Outubro Rosa, mas ela é permanente.

“Tem pessoas que vão de Pinda até Taubaté fazer a doação, mas agora podendo doar na própria cidade vai ficar mais fácil. Com essas mechas são confeccionadas perucas em São Paulo pelo projeto Amor em Mechas, da minha amiga Débora Vivaldi, e enviadas para todo o Brasil”, disse.

Para Maria Auxiliadora, diretora do Departamento da Mulher do sindicato, o objetivo da parceria com a entidade é que seja permanente também. “Eu não conhecia outro trabalho como esse. Fiquei muito feliz. Vamos divulgar. Contem com nosso apoio”, disse.

2017_10_19 Panfleto doação de mechas de cabelo

ASSOCIAÇÃO

Valéria Cândido, presidente da Associação Fraterna Mão Amiga

Valéria Cândido, presidente da Associação Fraterna Mão Amiga

Valéria iniciou o trabalho voluntário depois que superou o câncer. A primeira atuação foi conseguir sutiãs com próteses para doar a mulheres que, assim como ela, tiveram que fazer a retirada da mama.

Para isso, ela montou um bazar beneficente em um ponto comercial na praça Dr. Euzébio Câmara Leal, 154, no Largo do Santana em Taubaté, próximo ao mercado municipal. Ali são vendidas roupas e calçados que ela recebe como doação e a renda é revertida para essa ação social.

“Faço esse trabalho porque vejo a necessidade que a mulher passa com a falta de autoestima. Consegui ajuda pra fazer a documentação e contabilidade da entidade, recebo doação de roupas, mas hoje estou com dificuldade para manter o aluguel do ponto e dar andamento nos novos projetos”, disse Valéria.

Ao invés de comprar os sutiãs adaptados, como faz hoje, a associação tem projeto para comprar uma máquina de costura própria para lingerie, confeccionar esses sutiãs e assim ajudar mais mulheres.

A Associação Fraterna Mão Amiga é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, fundada no município de Taubaté/SP, no dia 30 de Abril de 2015. Conforme seu estatuto social, a associação atende pacientes oncológicos, trabalhando a cidadania e o resgate da autoestima.

 

Contatos:

Valéria Cândido, presidente

(12) 99222-6248

https://www.facebook.com/maoamigataubate/