Sindicato realiza 1º Encontro Mulheres Diamantes

Evento terá oficina de maquiagem, acupuntura facial, depilação a laser, dicas de prevenção do câncer de mama, técnicas de coaching, e mais

O Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba-CUT vai realizar na quarta-feira, dia 23, o “1º Encontro Mulheres Diamantes”, com vários serviços voltados à mulher metalúrgica e às esposas e filhas de metalúrgicos. Vagas limitadas.

O evento será realizado das 14h às 18h, na sede do sindicato, e terá oficina de maquiagem, acupuntura facial, depilação a laser, entre outras dicas de beleza.

Esse evento será o primeiro de uma série de encontros voltados à mulher. O início dele foi escolhido para este mês em função da campanha Outubro Rosa, um movimento internacional que simboliza a luta contra o câncer de mama. Informações sobre a importância dos exames de prevenção da doença também serão passadas às participantes.

Além de beleza e saúde física, a direção do Sindicato também se preocupa com a realização pessoal da mulher. No encontro também será feita uma palestra de coaching, uma metodologia para aprimoramento profissional.

Todas as participantes receberão um brinde especial de participação.

O evento é organizado em conjunto pelo Departamento da Mulher e pela Secretaria de Formação.

Inscrição. O encontro é exclusivo para sócias do sindicato ou dependentes de sócios do sindicato e tem vagas limitadas. A inscrição é por ordem de chegada e garantirão sua vaga as 30 primeiras mulheres que ligarem para a secretaria do sindicato, nos telefones 0800-771-8589 e 3644-1540, ou forem diretamente na sede, que fica na rua Sete de Setembro, 232/246, no centro.

Marcia Souza, uma das profissionais que vai fazer uma palestra no encontro, e Celso Antunes, secretário de Formação do sindicato

Marcia Souza, uma das profissionais que vai fazer uma palestra no encontro, e Celso Antunes, secretário de Formação do sindicato

As diretoras do Departamento da Mulher do sindicato, Maria Auxiliadora e Maria Madalena

As diretoras do Departamento da Mulher do sindicato, Maria Auxiliadora e Maria Madalena