Sindicato faz debate sobre igualdade racial com Negro Belchior

Encontro reuniu sindicalistas de várias cidades, que formam os coletivos de Mulheres e de Igualdade Racial da FEM-CUT/SP

Em destaque, Douglas – o Negro Belchior, expoente do movimento negro brasileiro

Em destaque, Douglas – o Negro Belchior, expoente do movimento negro brasileiro

O Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba recebeu nessa terça-feira, dia 15, um encontro dos coletivos de Mulheres e de Igualdade Racial da FEM-CUT/SP (Federação dos Sindicatos Metalúrgicos da CUT em São Paulo).

No evento, que também reuniu sindicalistas do ABC, de Sorocaba, de Salto e de Itu, houve debate com Douglas Rodrigues Barros, o ‘Negro Belchior’, um expoente do movimento negro brasileiro.

O professor de história começou a se identificar com o movimento racial em cursinhos populares que fez na periferia, 20 anos atrás. Hoje, Belchior faz palestras sobre o assunto, escreve no blog @NegroBelchior na Carta Capital (aqui) e também atua como colunista de Lutas Sociais no Jornal da TVT – TV dos Trabalhadores.

Para ele, o racismo nunca esteve tão em vigência como agora. “O negro ocupa o espaço da precariedade. Nós somos a maioria absoluta entre os que não têm casa, os que são alvo da violência policial, entre os que são encarcerados, entre os que são mortos, entre os que têm direitos sociais básicos negados, e somos a maioria da classe trabalhadora. O racismo continua sendo o elemento fundamental na organização da sociedade brasileira. Ao mesmo tempo, isso é um elemento motivador de mobilização”, disse.

Douglas também ressaltou a importância dos sindicatos se engajarem na luta anti-racista. “A questão racial tem que ser prioritária. Hoje vi aqui homens e mulheres comprometidos em levar a luta sindical para esse lugar necessário, colocando o racismo como foco. O sindicato é uma estrutura que tem que estar a serviço da educação do povo, inclusive nas comunidades, nas favelas”, disse.

Os coletivos de Mulheres e de Igualdade Racial da FEM-CUT/SP, assim como outros coletivos da CUT, tem uma agenda permanente de discussão das pautas de luta.

2017_08_15 Reunião Coletivo de Mulheres e da Racial da FEM em Pinda_5761

2017_08_15 Reunião Coletivo de Mulheres e da Racial da FEM em Pinda_5700_1

2017_08_15 Reunião Coletivo de Mulheres e da Racial da FEM em Pinda_5715_1

2017_08_15 Reunião Coletivo de Mulheres e da Racial da FEM em Pinda_5722_1