Sindicato conquista reintegração na Tenaris Confab – Tubos

Após ficar sem convênio, sem perspectiva de emprego e trancar a faculdade, operador com lesão no ombro consegue ser recontratado

Na portaria da empresa, com a sentença nas mãos, Welthon Goes, que agora poderá retomar seu tratamento médico

Na portaria da empresa, com a sentença nas mãos, Welthon Goes, que agora poderá retomar seu tratamento médico

A Tenaris Confab – unidade Tubos foi obrigada a recontratar um operador de máquina nesta quinta-feira, dia 18. A decisão é da Justiça do Trabalho a uma ação de reintegração movida pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba-CUT para Welthon Wagner Soares Goes, que sofre com lesões no ombro e não poderia ser dispensado.

Em 2013, ele deslocou o ombro quando movimentava um tubo e precisou fazer cirurgia. Depois do tratamento, voltou para a fábrica em serviço compatível e recebeu classificação do INSS na espécie B94 (auxílio-acidente).

Com 23 anos de idade e três de empresa, Welthon foi demitido em abril. De acordo com o secretário de Assuntos Jurídicos, Célio da Silva – Celinho, o sindicato cobrou que a empresa revertesse a decisão equivocada, mas não adiantou.

“Pra mim foi bem complicado. Ainda preciso de fisioterapia, fiquei sem convênio, tive que pagar do próprio bolso, e com problema no braço não iria mais conseguir emprego em nenhuma fábrica”, disse Welthon.

Nessa quinta-feira, o Departamento Jurídico e diretores do sindicato acompanharam quando o oficial de justiça efetivou a reintegração.

“Estou muito feliz mesmo, porque vou voltar a fazer meu tratamento e também pretendo retomar minha faculdade de engenharia elétrica que tive que trancar quando fui demitido.”