Proposta com 1 ano de garantia de emprego é aprovada na Gerdau de Pinda

Assembleia no turno da manhã que aprovou proposta com grande aceitação, assim como nos outros dois turnos

Assembleia no turno da manhã que aprovou proposta com grande aceitação, assim como nos outros dois turnos

À 0h dessa sexta-feira, dia 4, foi definida a Campanha Salarial na Gerdau, após a aprovação de uma medida alternativa para manter os empregos ter sido aprovada em todos os turnos da fábrica.

VEJA O VÍDEO

Devido à baixa produção, há dois meses o Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba-CUT discute uma proposta para evitar demissões na planta que, segundo a direção da empresa, está com um excedente de 300 funcionários. Duas etapas de lay-off já foram implantadas.

Na proposta aprovada, o reajuste salarial será pago em forma de abono no valor de R$ 6 mil. Todos os trabalhadores terão garantia de emprego por um ano e a garantia de que em 2016 seja pago o índice integral da inflação.

Direção do sindicato apresentando proposta após 2 meses de negociação; ao microfone, Herivelto - Vela

Direção do sindicato apresentando proposta após 2 meses de negociação; ao microfone, Herivelto – Vela

Segundo o secretário-geral do sindicato, Herivelto Moraes – Vela, a proposta não é a ideal, mas representa o desejo da categoria. “O reajuste é melhor porque é incorporado no salário e assim interfere até no valor da aposentadoria. Mas a produção está realmente baixa e essa garantia de emprego trouxe a tranquilidade que os trabalhadores precisavam”, disse Vela.

De acordo com o sindicalista André Oliveira, depois de a categoria ter reprovado a proposta de seis meses no dia 10 de novembro o Comitê Sindical da Gerdau conseguiu chegar na proposta de um ano. “Essa mobilização foi essencial para alcançar a nova proposta. Foram dois meses de negociação, até uma plenária no sindicato foi feita, além das várias reuniões para alcançar esse resultado”, disse Andrezão, coordenador do comitê.

Atualmente, a Gerdau de Pinda emprega cerca de 1.700 trabalhadores na produção de laminados a aço, dos quais 200 estão em lay-off.

Assembleia no turno da tarde

Assembleia no turno da tarde

Assembleia no turno da noite

Assembleia no turno da noite