Mobilização na Bundy conquista 11% de aumento no valor garantido da PLR

Quem não tiver falta vai pegar R$ 2.410 e a 1ª parcela foi antecipada para o dia 20 de maio

Os trabalhadores da Bundy aprovaram nessa quarta-feira, dia 24, a proposta de PLR (Participação nos Lucros e Resultados) apresentada pela empresa após mobilização da categoria.

Todos os trabalhadores irão receber uma parcela de R$ 1.600 no dia 20 de maio. Em janeiro será paga a segunda parcela, com metas de produtividade e com o valor de R$ 810 sobre metas de absenteísmo.

Segundo o dirigente sindical José Ivanez – Gato, o problema da direção da empresa impor metas impossíveis de atingir ainda existe.

“Por isso insistimos tanto para ter um valor de pagamento garantido. Se a produção da empresa melhorou, foi com esforço dos trabalhadores, então é justo que a PLR acompanhe isso. Quem não tiver falta vai pegar no total R$ 2.410, esse valor é 11% maior que o do ano passado. Também conseguimos antecipar essa primeira parcela. Parabéns para a comissão de PLR que participou dessa discussão e aos trabalhadores pela unidade”, disse gato.

A Bundy emprega 200 trabalhadores na fabricação de peças para o setor de refrigeração.