Mobilização conquista aumento de 20% na PLR da Latasa

Negociação avançou após trabalhadores ameaçarem entrarem em greve

Os trabalhadores da Latasa aprovaram nessa terça-feira, dia 13, uma nova proposta de PLR (Participação nos Lucros e Resultados) após a categoria ter ameaçado entrar em greve.

O valor total poderá chegar a R$ 3.000,00, o que representa um aumento de 20% em relação ao ano passado. A primeira parcela, de R$ 1.500,00 já será paga no próximo dia 20, e o restante em janeiro de 2020.

Segundo o vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, André Oliveira, a negociação com a direção da empresa só avançou após a mobilização dos trabalhadores realizada no dia 8, quando foi aprovada a entrega de um comunicado de greve.

“A empresa não queria pagar reajuste nenhum, sempre alegando dificuldade, mas os trabalhadores nos passam o cenário da produtividade. Esse ano a produção está sólida, em muitos setores está ocorrendo até o ‘over performance’, que é quando ultrapassa os números que a empresa exige. Foi um avanço. Quero agradecer muito a Comissão de PLR, o Ditão, o Gambi, que foram bastante ativos na negociação”, disse.

A Latasa opera três unidades em Pindamonhangaba e emprega cerca de 230 trabalhadores na reciclagem de alumínio.