Metalúrgicos de Pinda votam proposta da Campanha Salarial nesta sexta

Mobilização pela Campanha Salarial na portaria da Gerdau no dia 1º; no mesmo dia os patrões do Grupo 8 apresentaram nova proposta

Mobilização pela Campanha Salarial na portaria da Gerdau no dia 1º; no mesmo dia os patrões do Grupo 8 apresentaram nova proposta

O Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba-CUT convoca toda a categoria para participar da assembleia geral que irá decidir os rumos da Campanha Salarial nesta sexta-feira, dia 9.

A categoria irá analisar as propostas de reajuste de salário que a Federação dos Sindicatos Metalúrgicos da CUT/SP (FEM-CUT/SP) conseguiu negociar com as bancadas patronais. As rodadas de negociação ocorrem desde julho e abrangem 200 mil trabalhadores em todo o Estado.

A grande maioria das fábricas de Pinda pertence ao Grupo 8 (trefilação, laminação) ou ao Grupo 2 (máquinas e eletrônicos). Ambos apresentaram propostas que repõem a inflação dos últimos 12 meses.

O presidente interino do sindicato, Romeu Martins, durante mobilização na Gerdau

O presidente interino do sindicato, Romeu Martins, durante mobilização na Gerdau

Para o presidente interino do sindicato, Romeu Martins, este é um momento crucial da campanha. “Já são mais de três meses de choradeira dos patrões alegando a crise até que, com as mobilizações nas fábricas, se chegasse a essas propostas. Cabe agora a cada trabalhador comparecer na assembleia para decidir se aceita ou se intensifica os protestos”, disse.

A assembleia será realizada às 17h30, em primeira chamada, e às 18h30, em segunda chamada, na sede da entidade, que fica localizada à rua Sete de Setembro, 232/246, centro.