Metalúrgicos de Pinda aprovam eixo da Campanha Salarial

Categoria também aprovou melhorias no patrimônio do sindicato

Assembleia aprovou pauta de reivindicações que será entregue ao setor patronal

Assembleia aprovou pauta de reivindicações que será entregue ao setor patronal

Os metalúrgicos de Pindamonhangaba aprovaram em assembleia nessa sexta-feira, dia 23, a pauta de reivindicações da Campanha Salarial.

Os cinco eixos prioritários são: 40 horas semanais; reposição da inflação e aumento real; não à perda de direitos, não à terceirização; não às reformas.

O secretário geral do sindicato, Luciano da Silva – Tremembé, falou sobre as dificuldades que a categoria deve enfrentar nessa campanha junto ao setor patronal em função do cenário de retirada de direitos que a reforma trabalhista tem provocado, e por isso mesmo ressaltou a importância da mobilização.

“A classe trabalhadora teve uma vitória importante com a reprovação da reforma trabalhista por uma das comissões do Senado. Isso é resultado de mobilização, da greve geral, da ocupação de Brasília, que a gente viajou 18 horas para participar, enfrentando bomba de gás. E a nossa campanha salarial não pode ser diferente. Temos que manter a luta por nossos direitos”, disse Tremembé.

O presidente Herivelto Vela, Luciano - Tremembé e Sérgio da Silva, secretário de Finanças

O presidente Herivelto Vela, Luciano – Tremembé e Sérgio da Silva, secretário de Finanças

Patrimônio

Logo na sequência, outra assembleia aprovou melhorias no patrimônio da entidade – a troca da colônia de férias por outra maior que atenda a categoria, a troca do caminhão de som, ampliações no Clube de Campo e a construção de um auditório na sede do sindicato.