Metalúrgicos da R2A do Brasil conquistam 4% de aumento real, o maior de Pinda

Trabalhadores aprovam o maior índice de aumento real conquistado em Pinda até o momento

Trabalhadores aprovam o maior índice de aumento real conquistado em Pinda até o momento

Os trabalhadores da R2A do Brasil, indústria do ramo de autopeças instalada na estrada do Atanázio, aprovaram o acordo da Campanha Salarial com cerca de 4% de aumento real.

A proposta negociada pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba-CUT ficou em 10,5% de aumento salarial retroativo à data-base da categoria, 1º de setembro. De acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos), o aumento real exato conquistado foi de 3,9%. A reposição das perdas da inflação fechou em 6,35% este ano.

Segundo o secretário de Formação do sindicato, Celso Antunes, o acordo foi o que teve maior aumento real em Pinda até o momento.

“Mesmo com a negociação ainda travada em São Paulo e a R2A sendo uma fábrica com cerca de 20 funcionários, conseguimos uma boa proposta de aumento real, que é melhor que o abono, pois ele reflete no décimo terceiro, nas férias e nas horas-extras. E a negociação com a fábrica continua sobre outras reivindicações dos trabalhadores”, disse Celso.

O secretário de Formação do sindicato, Celso Antunes

O secretário de Formação do sindicato, Celso Antunes