Greve de 6 dias na Alutent conquista aumento na PLR

Empresa se comprometeu em ser mais transparente e conter os casos de assédio moral

Assembleia que aprovou proposta que encerrou a greve (fotos de Gilson Leandro)

Os trabalhadores a Alutent fizeram uma greve de seis dias por PLR (Participação nos Lucros e Resultados). A proposta que encerrou a greve garantiu um aumento de 21% no valor e foi aprovada pelos trabalhadores em assembleia na última segunda-feira, dia 5.

Segundo o dirigente do Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba, Carlos Alberto Barbosa, o “Betinho”, a empresa se comprometeu em ser mais transparente na divulgação nos números de produção.

“Isso a gente reclama há muito tempo. A empresa sempre falava uma produção menor do que a gente via e tentava jogar o valor pra baixo. Continuaremos cobrando para que essa mudança realmente ocorra. Não foi o ideal, mas foi um avanço importante. Agora, a relação da empresa com os funcionários deve mudar. Ela também se comprometeu em conter os casos de assédio moral. Parabéns aos trabalhadores pela união nesse movimento”, disse Betinho.

O dirigente sindical Carlos Alberto Barbosa, o “Betinho”

A proposta aprovada contempla a garantia de emprego durante quatro meses para todos os trabalhadores. Não haverá nenhum desconto relacionado aos dias parados, que serão compensados.

A Alutent emprega cerca de 40 trabalhadores na fabricação de estruturas metálicas de alumínio, no bairro do Triângulo.