Grave acidente mutila pé de trabalhador na Martifer

Um grave acidente praticamente mutilou um metalúrgico da Martifer no dia 30 de abril. O operador de ponte rolante Claudir Giovani Viana, de 47 anos, perdeu metade do pé direito e pode ficar impedido de voltar ao trabalho.

Ele foi atingido por uma viga de ferro, com cerca de 15 metros e 1.200 kg, no momento em que seria colocada a corrente para levantá-la pela ponte rolante.

Um calço não suportou o peso da viga, que deslizou pelo gabarito até o chão, atingindo a perna de Claudir e esmagando seu pé direito e o dedo do pé esquerdo. Por causa do impacto, ele também sofreu hemorragia interna no abdômen, que foi sanada com cirurgia.

O diretor do Departamento de Segurança do Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba-CUT, Francisco Sampaio, informou o que foi relatado pelos médicos: Como Claudir não terá mais os dois dedões dos pés, não terá equilíbrio para andar com normalidade e assim pode ficar impedido de retornar ao trabalho.

O Sindicato está acompanhando as investigações, tanto do Ministério do Trabalho quanto da Cipa (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes), e cobra da direção da Martifer mais zelo pela segurança no local de trabalho.