Explosão queima rosto de metalúrgico e gera protesto na Novelis

Trabalhadores protestam contra falta de condições de trabalho, nessa sexta-feira, dia 8

Trabalhadores protestam contra falta de condições de trabalho, nessa sexta-feira, dia 8

Um grave acidente queimou o rosto de um metalúrgico da Novelis na manhã dessa sexta-feira, dia 8. Um protesto contra as más condições de trabalho foi realizado na portaria da empresa já no período da tarde.

Segundo informações do Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba-CUT, um painel elétrico explodiu próximo a um eletricista de manutenção do setor Laminador a Frio e lhe causou queimaduras de primeiro e segundo graus no rosto, tórax e nos braços.

Direção do sindicato relata aos trabalhadores o ocorrido; ao microfone, o dirigente sindical Sérgio da Silva

Direção do sindicato relata aos trabalhadores o ocorrido; ao microfone, o dirigente sindical Sérgio da Silva

De acordo com o dirigente sindical da Novelis, Sérgio da Silva, o painel estava com problema, assim como vários outros painéis da empresa ainda estão.

“Esses painéis tem uma chave que desativa a energia da máquina, mas nesse painel a chave estava quebrada, assim como em muitos outros, e os trabalhadores tem que fazer gambiarra pra operar o equipamento. Já cobramos o conserto várias vezes, mas nada foi feito. A equipe de segurança faz inúmeros relatórios, mas a gerência não autoriza. Os líderes, então, nem apontam isso”, disse.

Segundo ele, o excesso de cobrança da chefia por produção também motivou o acidente. “Já teve chefe falando em reunião: Se precisar, vamos até quebrar os cadeados (travas de segurança) para não parar a produção. Esperamos que a empresa não se limite em colocar a culpa no funcionário, como normalmente ocorre”, concluiu.

O sindicato também protesta contra a falta de assistência ao acidentado e à sua família, que sequer foi informada do ocorrido. O sindicato esteve junto ao acidentado no pronto-socorro da Santa Casa de Misericórdia de Pinda, sem ter encontrado lá qualquer representante da empresa.

Outro acidente da mesma forma e proporção ocorreu há seis meses. A Novelis emprega cerca de mil trabalhadores na produção de chapas de alumínio.

Veja galeria de fotos: