Emoção e humor na palestra “Eu Escolhi Ser Feliz” de Jéssica Claro

Jéssica Claro durante palestra no Marinelli Eventos (Foto: Saulo Fernandes / Vale News)

Jéssica Claro durante palestra no Marinelli Eventos (Foto: Saulo Fernandes / Vale News)

No dia 8 de dezembro, a metalúrgica Jéssica Claro, de 27 anos, emocionou o público presente no Marinelli com sua palestra “Eu Escolhi Ser Feliz”.

Após um grave acidente que sofreu quando estava indo para o trabalho na Confab Equipamentos, ela conseguiu dar a volta por cima e já é conhecida por sua capacidade de motivar as pessoas com sua história de superação.

O Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba-CUT foi um dos patrocinadores do evento, organizado pelo Portal Vale News.

Membros do Sindicato presentes no evento

Membros do Sindicato presentes no evento

GALERIA DE FOTOS

Veja a seguir um texto sobre a história de Jéssica escrito pela jornalista Jucélia Batista.

 

Emoção e humor na palestra “Eu Escolhi Ser Feliz” de Jéssica Claro

Superação é a primeira palavra de ordem da vida dela. Gratidão é a segunda. Bom humor é a terceira. Mas ainda podemos citar fé, disposição, aceitação, leveza, amor à vida… Enfim, diversas palavras definem Jéssica Claro. Essa jovem, de 27 anos, que “Escolheu Ser Feliz”.

Mas não foi uma escolha fácil como optar por uma viagem ou por um novo trabalho… Foi uma escolha dura. Uma escolha que mudaria sua vida para sempre. Mas ela ousou e escolheu. E todos os dias paga por essa escolha. Sorrindo. Da melhor forma que sabe fazer.

Na noite desta terça (8), em uma palestra, carregada de alegria e muita realidade, ela conta como foi que chegou a essa escolha: “Ou eu me trancava num quarto e ficava depressiva ou encarava a vida com leveza… Eu fiquei com a segunda opção”, disse emocionada.

2015_12_08 Palestra Eu escolhi ser feliz-Jéssica Claro_5981

O público, que acompanhava atônito, ria e chorava com seus relatos. E não é pra menos. Jéssica conta que sempre foi uma jovem como todas as outras da sua idade, trabalhando, estudando e se divertindo. Até que, em outubro de 2014, indo para o trabalho com sua motocicleta, foi surpreendida por um carro que vinha em sentido contrário. Com a colisão, ela teve sua perna esquerda instantaneamente dilacerada. Com 5% de chance de vida, teve perda total do fêmur e mais três fraturas graves na bacia. Ficou 15 dias na UTI e mais de dois meses de internação. Após perder quase todo o sangue do seu corpo (foram necessárias 39 bolsas para estancar a hemorragia).

Durante a internação, adquiriu uma bactéria grave que se proliferava rapidamente e por isso, teve que passar por 44 sessões de câmera hiperbárica, em São José dos Campos.

Se você acha que todas essas dificuldades pararam Jéssica você está enganado. Da tragédia ela tirou uma lição de vida e do maior desafio da sua vida surgiu uma nova mulher capaz de mobilizar milhares de pessoas com seus relatos e exemplo de garra, fé e superação.

Jéssica Claro ao lado do noivo que sempre esteve presente até nos momentos mais difíceis (Foto: Saulo Fernandes / Vale News)

Jéssica Claro ao lado do noivo que sempre esteve presente até nos momentos mais difíceis (Foto: Saulo Fernandes / Vale News)

Uma nova chance

De volta à rotina, ela começou a dar valor a pequenas coisas como, tomar um banho de chuveiro, caminhar e ficar em pé, por exemplo. Ações que fazemos todos os dias no “automático” e não damos valor…

Após aceitar o desafio de fazer natação, atualmente ela nada mais de 100 piscinas (2,5 km) por dia. Com esse desempenho foi convidada para integrar a equipe de competição da cidade e hoje é atleta de Pindamonhangaba. E faz bonito. Ela também faz musculação duas vezes por semana e leva adiante a faculdade de Engenharia de Produção – que não abandonou depois do acidente.

Hoje, ela é convidada por empresas e instituições para ministrar palestras sobre sua vida e sua escolha, que tanto impacta a vida das pessoas que têm a oportunidade de ouví-la.

E você já fez sua escolha hoje? Já escolheu ser feliz?