Conheça quem são os novos ministros do segundo mandato da presidenta Dilma

(Crédito: Roberto Stuckert Filho/PR - Fotos Públicas)

(Crédito: Roberto Stuckert Filho/PR – Fotos Públicas)

A presidenta da República, Dilma Rousseff,e 35 ministros de seu governo foram empossados no dia 1º de janeiro de 2015. Confira quem é quem:

Gilberto Kassab – Ministério das Cidades

Economista, engenheiro civil e empresário, Gilberto Kassab foi duas vezes prefeito de São Paulo, entre 2006 e 2012.

Jaques Wagner – Ministério da Defesa

Ex-governador da Bahia, Jaques Wagner, já foi ministro do Trabalho e Emprego durante o primeiro governo Lula.

Cid Gomes – Ministério da Educação

Ex-governador do Ceará, Cid Gomes nasceu em Sobral (CE), em 1963, e ingressou na política em 1988, aos 25 anos. Ele substitui o atual titular da pasta, Henrique Paim.

Nilma Lino Gomes – Secretaria de Política de Promoção da Igualdade Racial

Mineira de Belo Horizonte, é pedagoga e coordenou o Programa de Ações Afirmativas da UFMG. Em abril de 2013, tornou-se a primeira mulher negra do Brasil a comandar uma universidade federal, ao ser nomeada reitora da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (Unilab).

George Hilton – Ministério do Esporte

Ele está no terceiro mandato como deputado federal pelo PRB de Minas Gerais.

Kátia Abreu – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Senadora (PMDB/TO) é presidenta da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) desde 2008.

Eduardo Braga – Ministério de Minas e Energia

É líder do governo da presidenta Dilma Rousseff no Senado. Autor da Lei de Mudanças Climáticas e Conservação Ambiental, além de ter criado o Programa Bolsa Floresta e a Fundação Amazonas Sustentável.

Aldo Rebelo – Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação

Ex-ministro do Esporte, é membro do PCdoB. Ele é conhecido pela postura nacionalista e por projetos como o da redução de estrangeirismos na língua portuguesa e o da reforma do Código Florestal Brasileiro.

Helder Barbalho – Ministério da Pesca

Natural de Belém, tentou eleger-se governador do Pará pela primeira vez este ano, mas perdeu para Simão Jatene.

Eliseu Padilha – Secretaria de Aviação Civil

Substituirá o também peemedebista Moreira Franco. Ele é um dos políticos mais próximos do atual vice-presidente da República e presidente nacional do partido, Michel Temer.

Valdir Simão – CGU

Indicado ministro-chefe da Controladoria-Geral da União (CGU), é auditor de carreira da Receita Federal e exerce, desde o início de fevereiro de 2014. Na chefia da CGU, será responsável pela defesa do patrimônio público, transparência e pelo combate à corrupção.

Vinicius Lages – Turismo

É engenheiro agrônomo e doutor em economia do desenvolvimento com especialização em economia de serviços, turismo e desenvolvimento de negócios. Ocupa o ministério desde março deste ano, quando substituiu o deputado Gastão Vieira (PMDB-MA).

Edinho Araújo – Secretaria de Portos

Natural de Santa Fé do Sul (SP), Edinho Araújo é advogado e professor.

Ricardo Berzoini – Comunicações

Ex-ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Ricardo Berzoini vai substituir Paulo Bernardo.

Miguel Rossetto – Secretaria Geral da Presidência

Um dos fundadores do PT e da Central Única dos Trabalhadores (CUT), o sociólogo deixa o Ministério do Desenvolvimento Agrário. Ele substitui Gilberto Carvalho.

Gilberto Occhi – Integração Nacional

Foi transferido do Ministério das Cidades, cargo que assumiu em março deste ano. Ele é funcionário de carreira da Caixa Econômica Federal desde 1980.

Patrus Ananias – Desenvolvimento Agrário

O advogado (PT-MG) será responsável pelas políticas ligadas à reforma agrária, promoção da agricultura familiar, regularização fundiária na Amazônia Legal, bem como pelos processos de reconhecimento, demarcação e titulação de territórios quilombolas.

Carlos Gabas – Previdência Social

Servidor de carreira do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), volta a comandar a pasta, cargo que ocupou entre março de 2010 e janeiro de 2011.

Pepe Vargas – Relações Institucionais

O deputado federal (PT–RS) será responsável pela articulação política do Executivo com o Legislativo.

Antonio Carlos Rodrigues – Ministério dos Transportes

Ele é vereador e presidente na Câmara Municipal de São Paulo.

Fonte: Portal da FEM-CUT/SP, com informações da Agência Brasil