Ameaça de greve arranca proposta na Elfer e trabalhadores aprovam

Após protestar contra proposta sem aumento real, abono baixo e parcelado, trabalhadores aprovam nova proposta por unanimidade

Após protestar contra proposta sem aumento real, abono baixo e parcelado, trabalhadores aprovam nova proposta por unanimidade

Os trabalhadores da Elfer aprovaram nessa terça-feira, dia 28, a quarta proposta negociada entre o Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba-CUT e a empresa pela Campanha Salarial.

Os funcionários receberão um abono de R$ 500 em parcela única no dia 20 de novembro e 8% aumento salarial. Segundo o secretário de Comunicação, Benedito Irineu, houve muita resistência da direção da fábrica em melhorar a proposta.

“Não havia nada de aumento real, o valor do abono era menor, parcelado e ainda seria escalonado conforme tempo de casa de cada funcionário. Os trabalhadores mantiveram a unidade, uma paralisação de uma hora foi feita no dia 21. Nessa segunda houve operação tartaruga dentro da fábrica e no mesmo dia a empresa apresentou essa nova proposta com aumento real”, disse.

A Elfer emprega cerca de 90 funcionários na fabricação de peças de alumínio e prestação de serviços.

Convocação. O vice-presidente do sindicato, Romeu Martins, convoca todos os funcionários da Elfer, sócios ou não, para que compareçam na sede do sindicato no próximo domingo, dia 2 de novembro, às 9h, para discutir a jornada de trabalho aplicada na fábrica entre outras reivindicações.

28.10.14 Elfer.Assembleia que aprovou proposta da Campanha Salarial_3645