Abono da Gerdau irá injetar R$ 1,8 milhão na economia de Pindamonhangaba

Sindicato conseguiu incluir todos os trabalhadores temporários e afastados



Assembleia no turno da manhã

Os trabalhadores da Gerdau aprovaram nessa quarta-feira, dia 14, a proposta de abono salarial negociada entre o Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba e a direção da empresa.

Cada um dos cerca de 1.800 trabalhadores receberá R$ 1.000,00, mesmo valor de abono pago pela Novelis e que irá injetar R$ 1,8 milhão na economia do município. O pagamento será feito no dia 11 de janeiro. O reajuste de salário será de 5%, que inclui 1,31% de aumento real de salário.

O presidente do sindicato, Herivelto Vela, relatou o lucro apresentado pelo grupo Gerdau no último trimestre. A geração de caixa operacional, o chamado Ebitda (lucro antes de juros) chegou a R$ 2 bilhões, melhor resultado dos últimos 10 anos.

O presidente Herivelto Vela

“Esse resultado não seria atingido sem o esforço dos funcionários que não tem as condições ideais de trabalho e estão sobrecarregados. E mesmo com esse lucro foi uma negociação difícil, na Gerdau ocorreram quatro mobilizações pela campanha salarial, com forte adesão, e a grande maioria é sócia do sindicato. Isso tem peso na mesa de negociação”, disse Vela.

Ainda segundo ele, na negociação, o sindicato insistiu e conseguiu incluir no acordo o pagamento para trabalhadores temporários e afastados, independente do tempo, assim como para demitidos a partir de 1º de setembro.

Segundo o vice-presidente André Oliveira, o sindicato também insistiu para antecipar o prazo de pagamento do abono.

“De proposta pequenas tivemos um monte, mas nós sabíamos  que o anseio do trabalhador não era só aquilo, por isso foram várias reuniões. Na questão do prazo, o que mais se comenta entre os trabalhadores da Gerdau é da manipulação dos números no fechamento da PLR. E a empresa afirmou que não tinha fôlego para pagar o abono antes e que isso iria afetar o Ebitda e cair na PLR”, disse Andrezão.

A proposta foi aprovada por grande maioria em todos os turnos da fábrica.

A Gerdau de Pindamonhangaba emprega cerca de 1.800 trabalhadores na produção de laminados de aço.

No dia 3 de dezembro, os acionistas do grupo receberão mais uma parcela de dividendos dos lucros. No acumulado do ano serão R$ 596 milhões.

O vice-presidente André Oliveira

Assembleia no turno da tarde

O ex-presidente Romeu Martins